O 1º Fórum da Cidade conseguiu cialis 20mg juntar empresários, deputados nacionais e municipais, vereadores, jovens empreendedores, quadros de São Miguel, chefes de serviços e especialistas, com o foco na construção de uma cidade educadora, atrativa e sustentável.

De cidades inteligentes ao planeamento urbano com a tónica na nova agenda urbana, de mulheres empreendedoras à potencialização do turismo rural, todos mereceram uma excelente comunicação por parte dos especialistas e uma grande envolvência dos participantes com contributos de elevado nível.

Aliás, reafirma o Presidente da Câmara, “esse era o principal propósito do fórum: garantir uma participação ativa do poder público, do setor privado, de todos os atores sociais interessados na construção e desenvolvimento do nosso município”.

Por outro lado, reforça Herménio Fernandes que a realização deste fórum está completamente alinhada com a nova agenda da ONU-Habitat, com o Plano do Desenvolvimento Estratégico e dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentáveis.

A coordenadora da ONU-Habitat, que entregou a Nova Agenda Urbana ao Presidente da Câmara Municipal de São Miguel, durante o discurso de abertura, enfatizou o facto da cidade de Calheta São Miguel ser das primeiras a estabelecer o seu fórum de concertação local, uma das grandes recomendações da Agenda Urbana, pois é só no diálogo entre todos que as cidades e os assentamentos humanos serão resilientes, sustentáveis, seguros e inclusivos.

O Primeiro-Ministro que presidiu o encerramento do evento destacou a necessidade e importância de “pensarmos os nossos centros urbanos como lugares atrativos, requalificados, com bom nível de saneamento, com acessibilidades, organizados e onde as pessoas se possam sentir bem”.