São mulheres chefes de famílias, comerciantes que querem dinamizar e aumentar os seus negócios e aprimorar os seus conhecimentos em técnicas de vendas, relacionamento com os clientes, operações de caixa, segurança, higiene e proteção dos produtos, tanto na venda ambulante como no local.

Foram 40 horas de formação que, no entender dos formandos, representam uma grande conquista, uma vez que, sentem mais confiantes e capacitadas para dinamizarem os seus negócios, relacionar melhor com os seus clientes, e sobretudo, aumentar os seus rendimentos.

Para Paulo Santos, Presidente do IEFP, a capacitação dessas mulheres é resultado da boa parceria existente com as câmaras municipais para melhorar o desempenho dos nossos comerciantes, ter as nossas pessoas, independentemente da idade, capacitadas e certificadas, por forma a melhorarem significativamente os seus negócios.

Já o edil, Herménio Fernandes, mostrou a sua satisfação por ver as nossas mulheres cada vez mais empenhadas em aperfeiçoar para servir melhor e reforçou o compromisso de, junto com o IEFP, continuar a promover formações nas mais diversas áreas, anunciando para breve a distribuição de mais um grupo de kits de 1º emprego e rendimento de inclusão, tudo numa lógica de fazer com que as nossas mulheres, os nossos comerciantes, os nossos empreendedores aumentem o volume dos seus negócios e, consequentemente, os seus rendimentos.