São mulheres chefes de famílias, comerciantes que querem dinamizar e aumentar os seus negócios e aprimorar os seus conhecimentos em técnicas de vendas, relacionamento com os clientes, operações de caixa, segurança, higiene e proteção dos produtos, tanto na venda ambulante como no local.

Foram 40 horas de formação que, no entender dos formandos, representam uma grande conquista, uma vez que, sentem mais confiantes e capacitadas para dinamizarem os seus negócios, relacionar melhor com os seus clientes, e sobretudo, aumentar os seus rendimentos.

Para Paulo Santos, Presidente do IEFP, a capacitação dessas mulheres é resultado da boa parceria existente com as câmaras municipais para melhorar o desempenho dos nossos comerciantes, ter as nossas pessoas, independentemente da idade, capacitadas e certificadas, por forma a melhorarem significativamente os seus negócios.

Já o edil, Herménio Fernandes, mostrou a sua satisfação por ver as nossas mulheres cada vez mais empenhadas em aperfeiçoar para servir melhor e reforçou o compromisso de, junto com o IEFP, continuar a promover formações nas mais diversas áreas, anunciando para breve a distribuição de mais um grupo de kits de 1º emprego e rendimento de inclusão, tudo numa lógica de fazer com que as nossas mulheres, os nossos comerciantes, os nossos empreendedores aumentem o volume dos seus negócios e, consequentemente, os seus rendimentos.

Da ribeira de Principal à ribeira de Flamengos. Todos os povoados do concelho terão encontros com a edilidade para juntos definirem as prioridades para 2019, nas suas respetivas localidades.

Esta iniciativa da edilidade micaelense, em envolver a população nas tomadas de decisões e consequentemente no processo de desenvolvimento, arrancou, ontem, na ribeira de Principal. Viveu-se um verdadeiro momento de cidadania participativa, com a população a discutir, abertamente, com o executivo camarário as necessidades e dificuldades da localidade e a definir as prioridades para a ribeira.

Esses encontros prolongam-se durante a semana inteira, perfazendo o trajeto Norte a Sul do concelho e terminam no domingo na Cidade de Calheta.

Foram verdadeiros momentos de intercâmbio, novas amizades, entretenimento e novas aprendizagens. Foi desta forma que os jovens avaliaram a 3ª semana da juventude que decorreu de 23 a 29, segunda a domingo, em diversas localidades do concelho.

Participaram um total de 70 jovens, de diferentes bairros e localidades do município, com um programa diversificado, englobando atividades desportivas, culturais e jogos de diversão, mas também atividades formativas, de enriquecimento literário e formação pessoal, que visam o abrir do horizonte da juventude para os novos desafios e o aproveitamento das novas oportunidades, que surgem nesta nova era, como oportunidades de negócios e emprego.

O Vereador da Juventude, Cultura e Desporto, Natalino Tavares, também revelou-se bastante satisfeito, sobretudo porque os jovens não esqueceram o lema que orientou as suas ações durante a semana “Desafie o seu futuro, marque a diferença!”, e mostraram-se motivados a marcar a diferença com atitudes proativas e iniciativas que promovam a afirmação pessoal e profissional.

De realçar a parceria das ONG´s Luxemburguesa CVED e PSF, que a par desta, têm sido fiéis parceiros nas mais diversas atividades ligadas à formação, capacitação, diversão e empoderamento da nossa juventude.

Um dia memorável para cerca de 5 mil pessoas, que beneficiam diretamente desse grande investimento do Governo de Cabo Verde e do Governo dos EUA, e todos que contribuíram para que hoje, as populações destas localidades possam ter nas suas casas água e água de qualidade.
É um sonho realizado para uma população que, segundo a representante das comunidades beneficiadas, deslocava kms com cântaros na cabeça ou boiões nos burros à procura desse líquido indispensável à vida. “Poder ter água agora nas nossas próprias casas e da melhor qualidade é um sonho realizado”.

Sonho realizado e compromisso honrado pelo governo de Cabo Verde que comprometeu-se junto com a autarquia local a mobilizar esforços para garantir melhor qualidade de vida à população desses povoados. Ulisses Correia e Silva reforça que o caminho de desenvolvimento é duro, mas tem que ser feito e é desta forma, com projetos que marcam a diferença na vida das pessoas. E é neste sentido que anunciou um investimento no valor de 231 mil contos para requalificação urbana, melhorias das habitações e acessos no concelho, para 2019/20.

O edil Herménio Fernandes não tem dúvidas do impacto desse investimento na melhoria da qualidade de vida das pessoas e no desenvolvimento do concelho. Relembrou que durante as visitas a essas localidades era sempre confrontado com esta reivindicação, que considera justa, da população, e hoje, graças aos Governos de Cabo Verde e EUA, têm agora água em quantidade e em qualidade. Agora o próximo passo é garantir a ligação domiciliária a todas as famílias que ainda não estão ligadas à rede.

O embaixador, Donald Heflin, sublinhou que a concretização desse projeto trata-se de um investimento do povo Americano no povo de Cabo Verde, especialmente no futuro das crianças. Ressaltou que termina a missão este ano, mas que quer voltar como turista e ver água em todas as casas de São Miguel.

A inauguração da obra de extensão e melhoria de abastecimento de água de Pilão Cão, Mato, Correia, Espinho Branco e Achada Espinho Branco contou ainda com a presença do Ministro da Agricultura e Ambiente, PCA da ANAS e da AdS, eleitos municipais e população das localidades beneficiadas.