No âmbito dos trabalhos de requalificação e extensão da rede Baixa Tensão (BT) e iluminação pública (IP) na avenida principal da Cidade de Calheta, abrangendo as zonas de Pizarra, Veneza e Ponta Verde, foram instalados, 2 km de rede BT aéreo e 60 candeeiros IP.

Destaque para a iluminação total da avenida de veneza que não dispunha de iluminação e com este trabalho toda a cidade, de Ponta Calhetona a Jamaica, passa a ter cobertura sem falhas de iluminação pública.

Foram introduzidas melhorias nas existentes e construídas novas redes em Ponta Calhetona, Fonte Bedja e Veneza (de enacol a cruz de barreira), no quadro dos trabalhos de requalificação urbana da cidade.

Um investimento no valor de 4.085.965$00 (quatro milhões, oitenta e cinco mil, novecentos sessenta e cinco escudos) que terá um grande impacto na melhoria da segurança das pessoas e no embelezamento da cidade, resultante de uma grande parceria entre o Governo, a Electra e a Câmara Municipal de São Miguel.

O 1º táxi a circular nas ruas da cidade e localidades do município é da empresa Transporte Alvarenga e começou a operar na manhã de hoje, segunda-feira, 03 de junho.

O presidente, Herménio Fernandes, formalizou a entrega da licença ao proprietário, augurando sucessos neste investimento que acompanha

o ritmo do crescimento do município. “O nosso papel é criar as condições para os nossos empresários brilharem. É assim que desenvolveremos o concelho”, ressaltou o autarca micaelense.

Os munícipes e visitantes já podem, a partir de agora, solicitar os serviços de táxi no concelho através do número 9827188 ou nos pontos destinados para este serviço: logo à entrada da cidade em Ponta Calhetona, no Centro histórico de Achada Portinho e em Veneza à frente do Posto de Abastecimento - Shell.

Nesta 1ª fase foram concedidas 6 licenças e brevemente teremos mais táxis ao serviço da população.

A maior central fotovoltaica de Cabo Verde, com capacidade para produzir 10 MW, será edificada no nosso município, na zona de Bacio. Os contratos de concessão foram assinados hoje entre o Governo, a Eletra e a empresa Tâmega Energy, responsável pela sua construção.

Para o edil micaelense hoje é um dia muito importante e histórico para o município. “Este projeto representa a nossa ambição de transformar São Miguel numa plataforma para a fixação de grandes empreendimentos e indústrias em Santiago Norte”, frisa. Herménio Fernandes realçou ainda a sustentabilidade ecológica e a viabilidade económica deste grande investimento, sem deixar de realçar o grande impacto no mercado local, particularmente no que tem que ver com as oportunidades de empregos qualificados e com remunerações competitivas para os quadros do município.

Para o Primeiro-Ministro, Dr. Ulisses Correia e Silva, este é um passo importante para o processo de transição energética em curso no país. A maior central fotovoltaica de Cabo Verde terá grandes impactos, a todos os níveis, tendo um valor adicional por ser em São Miguel.

Mais energia renovável é o que se pretende, e com este investimento Cabo Verde vai se tornando cada vez mais num país sustentável, sublinhou o chefe do Governo.

Com este empreendimento Cabo Verde passa a contar com uma cobertura de 25% de energias renováveis, tendo uma previsão de 30% em 2025 e 50% em 2030, e São Miguel passa a levar energia para vários pontos da ilha.

Unidade Sanitária de Base, Fitness Park, Park Infantil e Espaço Jovem colocam a Ribeira dos Flamengos na senda do desenvolvimento que São Miguel está a conhecer, dando resposta às solicitações dos munícipes desta localidade.

Para o Ministro da Saúde, Arlindo do Rosário, que presidiu os atos de inaugurações, estas são infraestruturas de crucial importância, tendo em conta a proximidade com a população, a promoção da saúde e do bem-estar, bem assim expressam a profícua parceria entre a Câmara Municipal e o Governo, que têm trabalhado com as pessoas e para as pessoas.

Para o edil Herménio Fernandes é uma satisfação enorme perceber o agrado dos munícipes face à concretização destes projetos. São infraestruturas modernas, inclusivas (com rampas de acesso), colocadas à disposição da população da Ribeira dos Flamengos, desde crianças, jovens e menos jovens.

Herménio Fernandes destacou ainda a amizade e cooperação dos parceiros internacionais. As ONG´s Luxemburguesas CVED e PSF que financiaram o Fitness Park e espaço jovem e a Câmara Municipal de Amadora, Portugal, que ofereceu o Park Infantil para as nossas crianças.

Da delegacia de saúde local, o Delegado substituto Doutor Pedro Monteiro, transmitiu os votos de agradecimentos e regozijo pelo trabalho de reabilitação das Unidades Sanitárias de Base, enquanto instrumento importante que permitirá levar os cuidados primários de saúde às populações.

Da população foi transmitida a alegria de receber essas infraestruturas que transformam a ribeira de Flamengos numa grande centralidade e num espaço melhor para se viver.