Tendo como foco principal a formação dos alunos micaelenses no Instituto Politécnico de Bragança, a Vereadora para a área da Formação, Celisa Alves, reuniu, ontem, com o Presidente João Teixeira e o Diretor Albano Alves do IPB, para, à luz do protocolo existente com a CMSM, analisarem as condições de ingresso dos nossos alunos nesta Universidade.

É de interesse de ambas as partes criar todas as condições para facilitar a candidatura, integração e sucesso dos alunos de São Miguel em Bragança, assim sendo, já na próxima semana vai abrir, na CMSM, a candidatura para o ano letivo 2017/18.

A atleta micaelense que representou Santiago Norte nos Jogos das Ilhas Martinica 2017 apresentou ao edil, Herménio Fernandes, as três medalhas conseguidas nas competições: prata 1500m e bronze 3000m e estafeta.

O Presidente acompanhado do Vereador do Desporto, Natalino Tavares, parabenizou a atleta e a Associação de Atletismo do Concelho (JAK), mostrando-se orgulhoso do desempenho que vêm tendo projetando o município a nível nacional e internacional.

São Miguel está na linha da frente a nível do desporto. A este feito junta-se a equipa de AJAC que sagrou-se campeã do Campeonato Regional de Futebol Santiago Norte.

O acordo de parceria para a operacionalização das medidas ativas de emprego e implementação do subsídio de desemprego, assinado nesta manhã com o IEFP, visa promover a criação do emprego e compensar os segurados da falta de rendimentos resultante da situação de desemprego involuntário.

Com esta parceria, que se enquadra na política do Governo em implementar o subsídio de desemprego em Cabo Verde, o município de São Miguel vai ter um espaço para o funcionamento da Antena do IEFP onde será feito o atendimento aos desempregados que pretendem ter acesso ao subsídio de desemprego e às políticas ativas de emprego.

Enquadrado na comemoração do dia mundial da Cruz Vermelha, que se assinalou no passado 8 de maio, o setor da Cruz Vermelha Local realizou, neste fim-de-semana, sábado e domingo, um seminário de formação dos voluntários, com o intuito de mobilizar e engajar mais voluntários, inteirá-los sobre os desafios, missão e objetivos da Cruz Vermelha de Cabo Verde e capacitá-los para intervenções sociais.

A cerimónia de abertura que contou com a presença do Presidente da Cruz Vermelha de Cabo Verde, Mário Moreira, foi presidido pelo edil micaelense, Herménio (Meno) Fernandes, que destacou o papel e o contributo da Cruz Vermelha na construção de uma sociedade cada vez mais humanitária, saudável e solidária.

Fernandes sublinhou ainda a importância da retoma das atividades do setor aqui no concelho e desafiou os soldados da paz e agentes de mudança (como os caraterizou) a chegarem a todas as 23 localidades do município, contando com a total disponibilidade da CMSM para materialização do plano de atividades. “É uma luta conjunta de todos nós”. Enfatizou.

A formação decorreu no Centro de saúde de São Miguel e contou com a participação de mais de 30 jovens, que têm também o desafio, lançado pelo edil, de contribuir na sensibilização da população na implementação do código de postura municipal.