O lançamento do projeto “Aproveitamento dos recursos naturais (solo e água) sua valorização e integração no setor do agronegócio como fator de desenvolvimento local de Aguadinha” aconteceu no início da tarde de hoje, na localidade de Aguadinha, Ribeira de São Miguel.

O projeto que vem beneficiando a comunidade com a criação de 77 postos de trabalho, sendo que 46 são mulheres chefes de família, contempla a construção do reservatório para a rega gota a gota para irrigação de hortaliças, construção de 2 mil metros de arretos para conservação do solo, e ainda, produção e fixação de 2 mil plantas fruteiras e sementeira de 50 litros de congo.

Trata-se de um projeto da Associação para o Desenvolvimento Comunitário de Aguadinha em parceria com o Parque Natural de Serra Malagueta, Delegação do Ministério da Agricultura e Ambiente de São Miguel/Tarrafal e Câmara Municipal de São Miguel, financiado no âmbito do programa das Nações Unidas GEF – SGP – programa de pequenas subvenções, no valor de 30 mil dólares.

O Vereador pela área do Desenvolvimento Rural e Fiscalização, Salvador Cruz, e o Delegado do MAA São Miguel/Tarrafal, sublinharam a importância do projeto que vai beneficiar diretamente a comunidade e garantir postos de trabalho às famílias durante um período de, no mínimo, 3 meses.

Quatro famílias das localidades de Achada Batalha, Ponta Verde, Espinho Branco e Principal receberam neste sábado as suas casas e puderam passar essa quadra pascal nas suas próprias habitações, com dignidade, conforto e sobretudo felizes.

O ato de entrega foi testemunhado pela Diretora-Geral da Família e Inclusão Social, em representação do Governo.

Foram duas habitações construídas de raiz e mais duas reabilitadas cujas intervenções passaram pela substituição de teto, construção de casas de banho, melhoramento de toda a parte interior e exterior e ligação à rede de eletricidade e água. Nos próximos dias vão ser entregues mais 7.

Cumprindo assim mais um ponto dos eixos estratégicos do programa de governação – a promoção e inclusão social – o edil Herménio (Meno) Fernandes explica que estas intervenções se enquadram no programa “São Miguel Valoriza” concebido para dar respostas às necessidades habitacionais existentes no município, lembrando que, no ano passado, 97 famílias beneficiaram com apoios para autoconstrução e melhoria das suas habitações, sendo duas construídas de raiz.

Tudo isso demonstra a preocupação desta edilidade na promoção e inclusão social das famílias: “demonstra também que nós somos uma Câmara que trabalha para as pessoas, para nós as famílias e as pessoas estão em primeiro lugar. Estamos aqui para servir as pessoas, e oferecer uma habitação condigna é a melhor forma de honrar esse compromisso” enfatizou o autarca micaelense.

Agradecendo a CMSM, os beneficiários não conseguiram conter a emoção e se mostraram bastante felizes por terem as suas próprias casas.

No quadro da parceria existente entre a Câmara Municipal de São Miguel e as ONG´s Luxemburguesas CVED e PSF, uma delegação dessas ONG´s se encontra de visita ao município, de 21 a 27 de abril, no sentido de se inteirarem do andamento do projeto e da funcionalidade dos investimentos financiados.

Recebidos pelo edil e a sua equipa, Herménio (Meno) Fernandes, sublinhou a importância de continuar com esta parceria, com os projetos que muito têm beneficiado a população de São Miguel, principalmente o setor da Juventude. Fernandes aproveitou para dar a conhecer o programa de governação para o quadriénio 2016-2020, bem como o plano de atividades e propor o alargamento desta cooperação a outras áreas consideradas cruciais para o desenvolvimento do município, nomeadamente a agricultura, pesca e turismo.

De realçar que no âmbito desta parceria e enquadrado no projeto “Amélioration des conditions de vie des jeunes de São Miguel” o município já beneficiou de dois autocarros para transporte escolar, financiamento para a instalação do Espaço Jovem de Achada Portinho e formações ligadas à música, dança e teatro. Aliás, puderam presenciar o resultado desses financiamentos, assistindo atuações de grupos de música, dança e teatro, todos formados ali no espaço e no quadro do referido projeto.

A delegação mostrou-se bastante recetível às ideias do edil, uma vez que, depois de terem constatado in loco a funcionalidade e os benefícios desta cooperação para a população, sentiram-se bastante satisfeitos e motivados a mobilizar mais investimentos para o município.

Além de encontros de trabalho com a equipa camarária, esta delegação também tem em agenda, encontros com a delegação do MED, diretores dos liceus e associações juvenis do concelho.

A Localidade de Achada Monte recebeu na manhã deste 14 de abril, um espaço totalmente requalificado, com melhores condições para acolher as crianças, a partir de segunda-feira.

O espaço infantil ganhou cara nova com a recuperação e pintura da fachada, parede, teto e piso, instalações elétricas e sanitárias,

bem como o arranjo e a colocação de novos mobiliários.

Uma iniciativa da ONG Alemã EKF e.v. executada em parceria com a Câmara Municipal de São Miguel e a Delegação do Ministério da Educação.

O edil, Herménio (Meno) Fernandes, reconheceu a importância desta parceria que se está a revelar muito profícua para as nossas populações, bem como o papel do Alemão-residente conhecido por Bob neste processo.

Monte Bode vai ser a próxima localidade a beneficiar desta cooperação com a reabilitação da escola local.