No âmbito do projeto de requalificação da Baía do Porto de Calheta, a Câmara Municipal tem em construção uma “Casa do Mar” que vai albergar uma unidade de produção de gelo, loja de Pesca e Restaurante de madeira no terraço para melhor servir o setor da pesca no concelho.

Com este intuito a CMSM assinou hoje, um acordo de parceria com a ABA Empresa para a gestão do espaço. A empresa já está a trabalhar na aquisição dos equipamentos e, em princípio, já no mês de outubro a Casa do Mar vai ter a sua máquina de produção de gelo com capacidade para dar respostas as necessidades dos pescadores, peixeiras, a população de São Miguel e concelhos vizinhos.

Trata-se de um investimento, segundo o edil Herménio Fernandes, muito importante para o desenvolvimento do setor da pesca que vai garantir aos pescadores e peixeiras a conservação dos seus pescados com disponibilização de gelo a qualquer hora, vai dar resposta as demandas na procura dos materiais de pesca e contribuirá para a dinamização da economia local, bem como o setor turístico.

Tendo em vista a criação de postos de trabalho e promoção de autoemprego, a CMSM em parceria com o IEFP entregou na manhã de hoje, 5 (cinco) kits de Promoção de autoemprego a 8 (oito) jovens do Município de São Miguel.

São kits compostos por equipamentos, maquinaria e ferramentas básicas para o início de um pequeno negócio, financiados pelas Nações unidas através da OIT e PNUD. A entrega acontece na sequência da formação Empregabilidade e como Planear e Iniciar o seu Negócio (PIN), realizado no mês de Maio, na Câmara Municipal.

No ato da entrega o edil, Herménio Fernandes, sublinhou a importância do emprego para garantir a dignidade dos cidadãos alertando aos jovens que o sucesso não é automático, pelo que, exige uma atitude de assunção de riscos, responsabilidades, sacrifício e perseverança.

Segundo Paulo Santos, presidente do IEFP, esta ação se enquadra num Programa de Apoio Nacional ao Emprego e é aplicado através do Programa de viabilização de Unidades de Negócios e Iniciativas Regionais de Emprego, visando a promoção do rendimento familiar.

Jennifer de Pina, uma das beneficiárias, regozijou-se ao receber os equipamentos que levam a materialização do seu projeto de negócio, augurando que mais jovens sejam contemplados com ações de capacitação e incentivos do género. Os beneficiados vão receber acompanhamento e assistência técnica durante um período de 4 meses.

Tendo em vista o desenvolvimento do projeto, o Presidente da CMSM, Herménio Fernandes, recebeu, na manhã de hoje, os Diretores da FINERTEC - Energia e Ambiente, para análise do projeto e visita aos possíveis locais para a construção da Central Solar que se pretende de 40 MW.

O edil reforçou a importância e o interesse em receber esse projeto no município de São Miguel que, a concretizar-se, representa um investimento de 40 milhões de euros e permite injetar na rede perto de 70.000 MWh ano de energia elétrica. E por outro lado, sublinha Fernandes, trará benefícios ao nível económico-financeiro, ambiental e vai gerar vários postos de trabalho.

Já é prática deste novo executivo Camarário acompanhar a par e passo o andamento das obras no município.

Herménio Fernandes acompanhado do Vereador Francisco Cabral esteve ontem no terreno a visitar as obras de reconstrução das Unidades Sanitárias de Base de Ribeireta e de Espinho Branco, bem como o trabalho de reforço dos serviços de limpeza, as obras de construção e melhoria das habitações sociais, o Jardim da ribeira de Principal e a Delegação de Achada do Monte.

Hoje, depois de ter regressado do encontro com o Presidente da República, Fernandes procedeu à assinatura do Protocolo de cooperação com o Provedor da Justiça e, logo de seguida, continuou a visita, acompanhado da sua equipa, desta feita nas obras de Porto de Calheta.