A Câmara Municipal de São Miguel promoveu neste sábado, 07 de janeiro de 2017, o 2º encontro, em menos de um ano, com os seus emigrantes visando promover a interação com as diversas Instituições que lidam, direta ou indiretamente com a problemática da emigração, criar espaço para exporem os seus problemas, informá-los das oportunidades de investimento no município e no país, e ainda proporcionar momentos de convívio, lazer e confraternização.

Iniciativa louvada pelos presentes que reconhecem a nova dinâmica que Herménio (Meno) Fernandes está a implementar no Município de São Miguel “em pouco tempo, nota-se a diferença e São Miguel está cada vez melhor, parabéns ao senhor Presidente e à sua equipa” ressaltou uma das participantes.

Todavia, nem tudo são rosas, reclamaram do atendimento nas repartições públicas, principalmente a nível da saúde, da morosidade na emissão dos passaportes junto das embaixadas e no desalfandegamento das encomendas e mercadorias.

Reivindicações registadas com bastante atenção pelo representante da Direção Geral das Comunidades, José Mário, que acentuou a intenção do novo governo em dar resposta positivamente a estas situações.

Meno Fernandes reiterou o empenho da autarquia em trabalhar para a promoção dos seus emigrantes: “são parceiros importantes e contamos com eles para o desenvolvimento do Município, é neste sentido que pretendemos criar, já no primeiro trimestre deste ano, o gabinete de apoio ao emigrante para ajudar na resolução das burocracias que enfrentavam na prestação dos serviços da câmara, fornecer informações sobre oportunidades de investimentos e de negócios em São Miguel e desta forma, com um atendimento personalizado, melhorar a prestação dos serviços no Município. Queremos ainda transformar São Miguel num município organizado, limpo e inclusivo para que as pessoas vivam com qualidade de vida e os emigrantes sintam vontade de regressar”.

O encontro foi ainda uma oportunidade para conhecerem os serviços dos bancos (BCA e Caixa Económica de Cabo Verde) destinado aos emigrantes e esclarecerem as suas dúvidas.

 

IMG 7727 870

IMG 7757 870

IMG 7772 870

 

O Presidente Herménio Fernandes e os Vereadores Celisa Alves e Francisco Cabral, procederam na tarde desta quarta-feira, 22 de dezembro, à entrega de diplomas de participação na formação em técnicas de montagem de bijuterias em escamas de peixe.

Promovida pelo Pelouro do Empreendedorismo, Emprego e Género, liderado pela Vereadora Celisa Alves, a ação de formação foi orientada pela artesã Filomena.

Pese embora ter decorrido durante 11 dias, com uma carga horária de 43 horas, no entanto, as quinze participantes pediram uma segunda fase da formação para aprimorar as técnicas aprendidas e desenvolver novas habilidades. O que ilustra bem a qualidade da formação e o agrado com que foi recebida pelas formandas, vendo nela uma oportunidade para o autoemprego e possibilidades de negócio

 

ed2

ed1 512

 

A Câmara Municipal de São Miguel entregou na manhã deste sábado, 24, duas habitações construídas de raiz a Manuel Gonçalves Correia, conhecido por Nené de Lora, na localidade de Cutelo, e à família de Maria Mendes de Oliveira, conhecida por Pudoca, na localidade de Veneza.

Em véspera do Dia de Natal, a felicidade era visível no rosto dos beneficiados, que receberam o melhor presente de suas vidas: uma casa ligada à rede de água e energia elétrica, com as condições necessárias para viverem com dignidade.

Nené de Lora, bastante alegre e emocionado, agradeceu à Câmara Municipal, na pessoa do seu presidente, e disse que vai poder agora dormir tranquilamente “gosi nta podi durmi tudo nha sono”.

Nha Pudoca, não fez diferente, muito feliz e emocionada disse que a sua a vida agora tem outro sentido. “Nsta dentu nha kasa, grasas a Deus y a kamara Munisipal”.

Para o edil Herménio (Meno) Fernandes, é uma grande satisfação ver a felicidade das famílias: “É isso que nós queremos, a felicidade das pessoas. É nossa obrigação trabalhar para criar as condições e dar mais dignidade às famílias.”

Esta ação enquadra-se na política de ação social da Câmara Municipal e é para continuar, porque existem ainda muitas famílias com necessidades. A Autarquia tem, para o seu orçamento de 2017, quase 20 mil contos destinados a habitação social, mas juntando aos recursos que o Governo vai disponibilizar, é possível fazer mais intervenções e garantir condições condignas às famílias de São Miguel, acentuou Meno Fernandes.

 

Entrega de habitao.jpg1 870

Entrega de habitao.jpg6 870

Entrega de habitao.jpg7 870

 

A Iª Sessão Ordinária da Assembleia Municipal de São Miguel - que decorreu na localidade de Achada do Monte, tendo por palco a Escola Secundária Olegário Tavares – aprovou, esta quinta-feira, o Orçamento e Plano de Atividades para 2017.

Documentos centrais de gestão municipal, quer o Orçamento, seja o Plano de Atividades, foram aprovados com 12 votos favoráveis da bancada do MpD, que suporta a maioria na Câmara Municipal. A votação  do Plano de Atividades para 2017  registou zero votos contra e zero abstenções, já que a bancada do PAICV resolveu não exercer o seu direito de voto. Já a votação do Orçamento para 2017 registou  zero votos contra e cinco abstenções do PAICV.

Aprovado, ainda, o descongelamento de admissão de pessoal, recebendo 12 votos favoráveis do MpD, zero votos contra e cinco abstenções do lado do PAICV.

A Câmara Municipal de São Miguel tem, assim, o seu principal instrumento de trabalho aprovado. Um “Orçamento ambicioso”, no entender do Edil Herménio Fernandes, que deu a garantia da sua equipa “trabalhar abnegadamente para a sua execução”.

De referir que, decorrente dos compromissos assumidos pela Presidente da Assembleia Municipal durante a recente campanha eleitoral, a sessão deste órgão fiscalizador da edilidade, reuniu pela primeira vez fora dos Paços do Concelho. Circunstância que, segundo Guta Furtado, é para continuar durante este mandato. “Levar a Assembleia mais perto das pessoas” é garantia assumida pela Presidente.

 

AM2 870

AM1 870

AM3 870