Parque Natural da Serra da Malagueta

Criado pelo Decreto-Lei n.º3/2003, de 24 de Fevereiro, o Parque Natural de Serra Malagueta situa-se na Ilha de Santiago, entre os paralelos 15º 10’ 12’’ e 15º 12’ 12’’ Norte e os meridianos 23º 39’ 26’’ e 23º 42’ 17’’ Oeste. É alongado na direcção Este-Oeste, com a maioria no Norte-Nordeste, na parte Norte da ilha, mantendo uma parcela pequena no Noroeste. A delimitação do Parque foi aprovada em Conselho de Ministros pelo Decreto-Regulamentar nº 19/2007, de 31 de Dezembro.

O Parque possui uma área de 774 ha e situa-se na confluência de três Municípios: Santa Catarina (302 ha), São Miguel (436 ha) e Tarrafal (36 ha). O Parque abrange toda a área do Perímetro Florestal do Estado, incluindo as escarpas que o limitam naturalmente, mas também as zonas montanhosas como as escarpas de Pedra Comprida, na borda de Mafafa, situado em Locotano, Curral de d’Asno, incluindo Ribeira Cuba, situada na zona de Pia, Monte Sanguela, Monte Gemeo, das escarpas de Quebrada a Mato Fundura, das escarpas do sul de Maria Curva e de Tabuleiro, incluindo uma pequena parte de Ribeira Cantada, subindo até Chão de Espinho (o limite do perímetro florestal) onde Chão Grande começa, continuando a seguir as escarpas de Ponta Preta, Mato Curral, Mato Galego, Timtim, Costa Limon e Lacha Branca.

Cercada por dois relevos principais, praticamente perpendiculares à estrada nacional, a Ribeira Principal é caracterizada por um sistema de fracturas verticais descendo suavemente em direcção ao mar. Os picos e as superfícies irregulares alinham-se como barreiras de forma a protegerem os vales ricos em bananas, milho, árvores de frutas, e plantações de cana-de-açúcar em direcção ao mar.

A zona de Pedra Comprida apresenta maiores parcelas despidas, estendendo mais verticalmente com surpreendentes torres de pedras firmes (Pé d’Homem), e contrastes notáveis da paisagem nas encostas a sudeste, com formas mais suaves interrompendo o movimento vertical da massa rochosa. As áreas inclinadas cultivadas testemunham a intensa atividade agrícola na zona.

Ribeira Cantada, estendendo-se para além do maciço dominante da Serra Malagueta a Este, mostra o contorno claro da zona de declive e abre-se a uma paisagem totalmente diferente com anfiteatros naturais e raras elevações, inclinando-se num planalto densamente habitada.

Dado que o Parque abrange três municípios, a zona de amortecimento também os contempla. Efectivamente, as zonas que integram a zona de amortecimento correspondem aquelas onde a população exerce uma certa pressão sobre os recursos

do Parque não coincidindo com a totalidade populacional das zonas dos municípios acima referidos. As únicas zonas cujas populações na sua totalidade se encontram dentro da zona de amortecimento, são os casos de Serra Malagueta, Gongon e Xaxa.

A nível concelhio, o nosso PDM identifica e propõe a integração de duas paisagens na área à Rede Nacional de Áreas Protegidas:

  1. Paisagem Protegida de Gon-Gon – Classificado no PDM concelhio como Paisagem Protegida de interesse paisagístico e geológico, área de amortiguação do Parque Natural Serra Malagueta, publicado no B.O nº 40/2012, de 13 de Julho, e proposta para integrar a  rede nacional de áreas protegidas, com  1783,00 Ha.
  2. Paisagem Protegida da Ribeira PrincipalClassificado no PDM concelhio como Paisagem Protegida de interesse paisagístico com 10,67 e publicado B.O nº 40/2012, de 13 de Julho, e também proposta para integrar a rede nacional de áreas protegidas.
Share on facebook
Share on twitter