SÃO MIGUEL É PALCO DO ATO CENTRAL DAS COMEMORAÇÕES DO DIA DAS NAÇÕES UNIDAS

O município de São Miguel acolheu o ato central das comemorações do Dia das Nações Unidas, assinalado a 24 de outubro, este ano sob o lema “Contribuindo por um Cabo Verde vacinado contra a covid-19”.

Uma megacampanha de vacinação, foi realizada no Centro Histórico e Cultural do Porto da Calheta, tendo ainda sido realizados testes de despiste de cancro da mama, tensão arterial, glicemia, HIV, entre outras doenças.

Para o Presidente da Câmara de São Miguel, Herménio Fernandes, este grande evento tem dupla finalidade, como sejam, assinalar a efeméride e reforçar a campanha de vacinação contra a covid-19.

Segundo o edil, São Miguel está perto de alcançar os 70% da população vacinada, e, para se chegar à meta, a de 100%, é necessário o engajamento de todos.

Com isto, poderemos retomar todas as atividades, dar continuidade ao processo de crescimento e desenvolvimento antes traçado, nomeadamente a concretização e cumprimento dos planos estratégicos de desenvolvimento sustentável, visando cumprir, no horizonte 20-30, os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

Para a Coordenadora Residente das Nações Unidas, Ana Graça, a pandemia da Covid-19 veio se sobrepor a outras duas grandes crises de longo prazo, quais sejam, a crise climática e a da desigualdade, exacerbando ainda mais os seus efeitos.

Sendo assim, é necessário e fundamental que todos os atores sociais compreendam a situação atual, de modo a agirem em conformidade, salvando assim a nós próprios e ao mundo, realçou Ana Graça.

Da mesma forma, o Primeiro-Ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, enalteceu a cooperação, que tem permitido avançar com o processo de vacinação, bem assim o engajamento de todos os parceiros internacionais.

Segundo o chefe do governo, o maior desafio no que tange à vacinação, é conscientizar os mais resistentes sobre os benefícios e a necessidade da vacinação. Esta é uma responsabilidade não somente das institucionais, mas também das famílias, das organizações, das comunidades emigradas, enfim de todos os indivíduos, de modo a se proteger a saúde de todos e a economia nacional.

O ato central comemorativo do Dia das Nações Unidas contou com a presença do Ministro e do Diretor Nacional da Saúde, de Embaixadores/representantes de diversos países, de representantes de organizações internacionais, Câmaras e Assembleias Municipais de municípios vizinhos, Instituições nacionais ligados à saúde, tendo contado com a atuação do grupo Ferro Gaita e de artistas locais.